quarta-feira, fevereiro 1, 2023
InícioCulturaVia Cultural e Malcolm Forest lançam projeto “São Frei Galvão, Vai as...

Via Cultural e Malcolm Forest lançam projeto “São Frei Galvão, Vai as Comunidades”.

Via Cultural e Malcolm Forest lançam projeto “São Frei Galvão, Vai as Comunidades”. Produção “São Frei Galvão” apresenta falas e depoimentos obre o Santo, aspectos históricos e documentais sobre o religioso e seu percurso.

A Via Cultural Instituto de Pesquisa e Ação pela Culturalcoordenada pela gestora Anna Marcondes em parceria com Malcolm Forest, criador do projeto, apresentam o projeto sobre “São Frei Galvão, vai às Comunidades” projeto realizado através de emenda federal e com fomento da Secretaria Especial da Cultura e Ministério de Turismo, produzido de janeiro a setembro de 22, com todo conteúdo para pesquisa e fruição para a população em geral e comemora o bicentenário do falecimento do primeiro santo brasileiro.

Inclui a transmissão pela Web de 10 sessões online do documentário “São Frei Galvão, O Arquiteto da Luz” – de autoria do diretor Malcolm Forest; uma itinerância virtual do documentário em centros culturais e bibliotecas do interior; a dramatização Teatral – gravada e transmitida em 4 sessões virtuais pelas redes; um Concerto musical – gravado e retransmitido em 4 sessões virtuais pelas redes; exibição de 4 entrevistas em Podcasts no YouTube e Spotify; produção, lançamento e exibição de videoclipes durante a programação; e para complementar a proposta, um Educativo com 1 Webinário – palestra, 4 entrevistas gravadas formando uma minissérie sobre São Frei Galvão, e 1 curso online sobre sua vida e obra com o Diretor Malcolm Forest; criação de site responsivo com todo conteúdo gratuito para abrangência nacional

Além disso, serão realizadas ações de difusão online do projeto, contando com programação e lives realizadas pelo diretor Malcolm Forest sobre o tema e responder perguntas feitas através do chat

As prefeituras das cidades de Guaratinguetá (SP), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Piraí do Sul (PR) vão receber 05 cópias cada, do documentário realizado pelo diretor em 2013 e terão acesso a toda programação através dos links que serão disponibilizados gratuitamente no site do projeto.

O projeto abrange o contexto histórico do período de Dom João VI e Dom Pedro I, antecedente à Independência do Brasil, data em que faleceu São Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro. O filme mostra os aspectos históricos de São Paulo, do Rio de Janeiro, Bahia e Brasil como um todo, através da história de Frei Galvão. O projeto aproxima as falas e história do santo ao convívio popular por ações online e programação para território nacional.

A iniciativa será disponibilizada em ambiente virtual, almejando o reconhecimento da importância do legado arquitetônico e religioso de São Frei Galvão na história de São Paulo, impresso no Mosteiro da Luz (tombado pelo IPHAN).

Foi o conjunto arquitetônico colonial que melhor chegou aos dias de hoje em São Paulo. Na Luz, nada se desfigurou, ou deteriorou, tudo foi conservado inclusive a horta conventual, última em seu gênero na cidade. Inaugurado em 1788, o convento antecedeu à igreja e ao coro de 1802, tendo a presença de Frei Galvão até o ano de sua morte.

Seu trabalho também presente na Ordem Terceira de Chagas em sua taipa de pilão – maior e mais alto registro salvaguardado até hoje e conservado como estrutura original do método construtivo.

São Paulo não era uma cidade de pedras e na época a formação de sua arquitetura a exemplo do conjunto arquitetônico foi feita em taipa de pilão e pau a pique com amarrações de cipó, que deixavam as estruturas arejadas, firmes e resistentes a trepidações e movimentações.

A visita às ordens no Largo ou ao Mosteiro na Luz valem pela história, memória, visita ao Patrimônio Histórico Arquitetônico e Artístico – possuem os altares belíssimos em barroco e rococó, e reconhecimento da obra do Santo padroeiro dos construtores e das famosas pílulas milagrosas que podem ser encontradas nos dois locais de fé.

SOBRE FREI GALVÃO

Frei Galvão pertencia à ordem Franciscana.

Nascido em Guaratinguetá, em 1739, estudou no seminário dos jesuítas na Bahia, mas resolveu tornar-se franciscano, sendo ordenado no Rio de Janeiro, com 21 anos, tendo assim sua formação artística e técnica dentro das manifestações da melhor arte barroca brasileira. De volta a São Paulo, estudou filosofia e teologia, assumiu a planta da Ordem 3ª e depois a direção espiritual e material do Recolhimento da Luz.

Foi comandante espiritual e também administrativo da Ordem Terceira e viveu a maior parte de sua vida na Ordem Primeira de São Francisco, no Largo de São Francisco, Centro Antigo, onde já exercia acompanhamento das obras de extensão e edificação das instalações das duas Ordens e foi responsável pela fundação do novo mosteiro de São Paulo, o Mosteiro da Luz, isolado em meio aos Campos do Guaré.

Sua história, sua arte e sua fé serão levadas de forma a contar a memória de nosso primeiro santo brasileiro.

Ele faleceu no Mosteiro da Luz em 23 de dezembro de 1822, poucos meses depois da Independência do Brasil. Faleceu na graça de Deus, com fama de santidade. Uma multidão de luto foi se despedir do santo que encantou a cidade de São Paulo. Ele foi sepultado na igreja do Mosteiro da Luz, em São Paulo. Até hoje o seu túmulo é destino de peregrinação de fiéis que vêm pedir e agradecer graças recebidas pela sua intercessão. Já no Santuário de Frei Galvão, em Guaratinguetá, o devoto pode conhecer uma urna de uso pessoal do Santo. Também está em exposição um fragmento do osso da perna (fêmur) de Frei Galvão.

São Frei Galvão foi canonizado por Bento XVI em 11 de maio de 2007, durante a visita do pontífice ao Brasil. Até 23 de dezembro deste ano, a Igreja comemora o bicentenário da sua morte.

CURSOS E SEMINÁRIOS DO PROJETO: FREI GALVÃO NAS COMUNIDADES

Seminário online

A carga horária do seminário será de 06 horas, distribuídas em 05 encontros virtuais.

1º dia – Abertura: Webinário: 02 horas

2º dia – Live com eclesiásticos: 01 hora

3º dia – Live: com personalidades: 01 hora

4º dia – Live: com artistas da fé: 01 hora

5º dia – Live: com convidados historiadores: 01 hora

MINISERIE

 

Um Arquiteto de Fé – Sobre o Santo, sua obra e a cidade hoje. Com párocos e historiadores do Santuário São Francisco e Museu de Arte Sacra. Uma história em 3 capítulos.

Curso (Ministrado por Malcolm Forest)

A carga horária do curso será de 04 horas, distribuídas em 04 encontros virtuais.

1º dia – Abertura: São Paulo de Piratininga: 01 hora

2º dia – Introdução à São Paulo de Frei Galvão: 01 hora

3º dia – O Santo Homem: 01 hora

4º dia – A importância cultural e memorial: 01 hora

CERTIFICAÇÃO:

Para os seminaristas haverá certificados de participação eletrônico enviados aos e-mails dos inscritos.

Para estudantes e professores haverá certificados de participação eletrônico enviados aos e-mails dos inscritos.

Acompanhe toda a programação pelo site:

www.freigalvao200anos.com.br

www.instgram.com/sao.frei.galvao

Sobre o Instituto Via Cultural

 O Instituto Via Cultural é uma OSCIP regulamentada e certificada pelo Ministério de Justiça desde 2008, Instituição Cultural reconhecida pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo em 2010, Ponto de Cultura da Prefeitura do Município de São Paulo desde 2014 e Ponto de Cultura certificado pela Secretaria Especial de Cultura do Ministério de Cidadania por meio da Secretaria de Diversidade Cultural a partir dos critérios da Lei Cultura Viva.

A iniciativa atua como ferramenta para a construção de uma sociedade cultural cidadã e autossuficiente, mantenedora dos seus bens e patrimônios, conhecedora de sua história, formação e importância, assim como propicia capacitação das comunidades locais para introdução ao mercado de trabalho e geração de recursos para sua subsistência.

O Instituto tem o olhar voltado para a atuação artística e cultural como base de uma nova educação. Cria e coordena projetos ligados às artes, patrimônio histórico material e imaterial, artes visuais, audiovisuais, documentários, mostras, concursos e publicações especializadas ligadas aos projetos.

Fonte : Lilian Bek (Bek Comunicação) / Gretha Rossini
Foto: Acervo Pessoal
Edicao: Costa Consulting CO/ Sula Costa MTB : 0003600/GO

Saiba mais: https://lifefashionmag.com/chris-barreto-celebra-mostra-contemporaneidade-no-espaco-ortobom-arquitetura-e-design-em-sao-paulo/

Via Cultural e Malcolm Forest lançam projeto “São Frei Galvão, Vai as Comunidades”.

    Via Cultural e Malcolm Forest lançam projeto “São Frei Galvão, Vai as Comunidades”.
Sula Costa
Sula Costahttp://www.sulacosta.com
Sula Costa nasceu em Anápolis, GO. Jornalista e empresária, estudou marketing no Brasil. Em NY, trabalhou com produtoras cinematográficas internacionais, Organizações de Instituto de Pesquisa em Preservação do Meio ambiente na ONU. Estudou produção de TV na Califórnia , designer gráfico e fotografia em NY. Trabalhou em projetos de restauração,construção e intervenção, planejamento culturais para o Brasil . Cobriu os principais eventos econômicos do Brasil em New York; trabalhou como correspondente internacional para o jornalista Gilberto Amaral e Casa do Brasil Internacional em Nova Iorque. É Diretora Executiva da Costa Consulting,, empresa de consultoria e fomento cultural em Brasilia e, World Art Show em Sao Paulo, empresa que apoia a arte visual do Brasil.

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente