quarta-feira, setembro 22, 2021
InícioModaCLX chega ao mercado Italiano

CLX chega ao mercado Italiano

Christian Claux, designer e comunicador francês, vai lançar a sua primeira coleção de roupa feminina, CLX - Easy Wear com SS 2022

CLX chega ao mercado Italiano

Christian Claux, designer e comunicador francês, lançará a sua primeira coleção de roupas femininas, CLX – Easy Wear com SS 2022, a que se seguirão nas temporadas seguintes as linhas masculinas e de calçado e a primeira linha Christian Claux by CLX.

Assim, para produzir suas criações, Claux escolheu a qualidade  “Made in Italy”, como disse Paola Clothes, gerente da marca para a Europa e Rússia, à it.fashionNetwork.com

“Para a linha feminina EasyWear, assinamos um contrato de licenciamento para países da Europa e, também, Rússia, com  Franchi Filippo di Prato, empresa que atua na produção de roupas, faz sua estreia conosco no mundo das licenças”, explica Clothes. “A coleção será distribuída por meio de uma rede de showrooms com sede em Milão, Alemanha, Benelux, Espanha e Suíça; também estamos avaliando um showroom na França ”.

 

CLX chega ao mercado Italiano
CLX – Easy Wear

Fundada em Prato há três anos, a Franchi Filippo atua na criação de amostras e na produção de coleções, desde a ideia inicial, passando pela escolha dos tecidos, passando pelo processamento, até a entrega do produto acabado. “Hoje produzimos as coleções para clientes que possuem cadeias de lojas nos melhores shoppings da Itália.

Estamos orgulhosos e confiantes de embarcar nesta nova aventura ao adquirir a licença CLX – Easy Wear. É mais um marco conquistado, bem como a confirmação de sempre ter feito um excelente trabalho ”, acrescenta com orgulho Filippo Franchi, que dirige sua empresa junto com sua sócia Scilla Del Carria, responsável pela modelagem e estilo.

CLX chega ao mercado Italiano
Filippo Franchi e Scilla Del Carria

CLX – Easy Wear se inspira no estilo de vida americano, no clima de Hollywood e na cidade de Los Angeles. À primeira coleção, composta por cerca de quarenta modelos, junta-se a linha CLX – Denim, cerca de 35 peças, produzidas e distribuídas também na Europa e na Rússia por uma licenciada americana.

As propostas da marca são um mix de urban chic, sportswear & activewear e têm uma faixa de preço médio: 79/89 euros para t-shirts; 90/130 euros para denim; cerca de 120 euros para agasalhos.

 

 

 

 

 

“Estamos prestes a fechar contrato com uma importante licenciada da região de Marche, conhecida fabricante de marcas próprias e licenciadas, para a linha de calçados que, esperançosamente, deve estrear na próxima primavera junto com roupas, com foco inicial em tênis “, continua Clothes. “Para a primeira temporada, nossa meta é entrar em uma centena ou mais de lojas monomarca, lojas da moda, atentas às novidades e marcas emergentes, que possam valorizar um projeto como o nosso.

CLX chega ao mercado Italiano
Christian Claux

Os primeiros países em que nos concentramos são os da Europa Central, em particular a Alemanha e a Bélgica, mas também a Rússia e mais tarde os países escandinavos, onde já existe um distribuidor interessado. O mercado italiano está sofrendo um pouco, mas obviamente esperamos poder entrar nas melhores lojas das principais cidades. Nossa estratégia é começar pelo varejo físico e depois criar nosso próprio e-commerce ”.

A empresa também está em negociações com um grupo de Brescia para a produção da primeira linha feminina Christian Claux by CLX, que terá um posicionamento superior ao Easywear: “Se tudo correr bem, devemos sair já com uma cápsula para SS 2022 , caso contrário, com uma coleção completa para FW 2022-23 ”, conclui Vestidos. “Por fim, estamos em contato com dois grupos venezianos das linhas masculinas Christian Claux e CLX Easywear, que devem começar na temporada FW 2022-23. Dentro de alguns anos devemos expandir a oferta com malhas e acessórios, mas vai depender muito da resposta do mercado às primeiras temporadas ”.

Leia tambem:Nicole Bahls é a mais nova adepta dos fios de PDO

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente