Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil

0
330
Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil

Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil e impulsiona empresas a baterem recorde de produção

Estimulada pelo mercado de energia, Brafer está entre as empresas brasileiras que atingiram seu maior faturamento em 2021, chegando a R$ 420 milhões

Desde 2019 o setor brasileiro de estruturas em aço tem registrado aumento perante os cinco anos anteriores. Segundo a pesquisa “Cenário dos Fabricantes de Estruturas em Aço”, do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) – entidade gerida pelo Instituto Aço Brasil – em parceria com a Associação Brasileira da Construção Metálica (ABCEM), naquele ano, o crescimento foi de 25,9%, destacando obras de energia eólica, solar e torres de transmissão, além de edificações industriais.

De lá pra cá muita coisa mudou e a instabilidade do cenário econômico, que balançou os pilares de atividades importantes no país, continuou a trazer oportunidades para as estruturas metálicas.

Na contramão da crise, o setor da construção civil que, de acordo com a ABCEM, é responsável por consumir 34% de aço no Brasil, também continuou em ascensão, seja por fazer parte das atividades consideradas essenciais, como também por oferecer a infraestrutura que, mais do que nunca, o país necessita.

Inserida neste contexto, a Brafer, empresa referência em estruturas metálicas no Brasil e em outros países da América e de outros continentes, chegou ao seu recorde de produção, após 45 anos de atuação – completados em 2021.

Durante a pandemia, a indústria registrou um faturamento que teve um incremento de 40% no comparativo com 2019 e ultrapassa a faixa de R$420 milhões.

Somente no setor de galvanização, que antes da pandemia tinha apenas dois turnos, o crescimento foi de 30%, aumentando também a quantidade de turnos e, consequentemente, de contratação.

A Perfiminas, por sua vez, que é uma empresa afiliada ao grupo localizada em Juiz de Fora/MG, praticamente quadriplicou o crescimento desde que foi fundada, em 2017, e em 2020 fabricou e beneficiou cerca de duas mil toneladas de aço por mês.

O presidente e fundador da empresa, Marino Garofani, explica a que se deve o expressivo resultado. “A Brafer vinha estimando, desde 2016, entradas em novos mercados e também um crescimento gradual e anual.

A pandemia afetou a empresa, principalmente no que é relacionado ao valor do aço, porém, graças ao fato de trabalharmos com atividades essenciais como infraestrutura, energia, construção civil, e outros, pudemos manter e até mesmo expandir nossa atuação.

Vale ressaltar que todos os protocolos sanitários foram seguidos”, comenta o engenheiro Garofani.

Recorde de produção em 2021

Hoje a Brafer conta com quase 800 funcionários diretos na sede em Araucária, na filial do Rio de Janeiro e na controlada em Juiz de Fora, além de representantes em outros países. Indiretamente, são mais de mil empregos gerados.

De todos esses, entre 10% e 15% foram gerados nos últimos anos, inclusive em 2020, quando a produção da empresa aumentou mais de 50% e cerca de 40 mil toneladas de estruturas metálicas que foram fabricadas, beneficiadas e montadas pela Brafer.

Os números da empresa em 2021 já projetam bons resultados. Em março de 2021, foi batido o recorde histórico de produção diária da empresa, com mais de 130 toneladas registradas.

Março também foi responsável pelo recorde de fabricação de torres, que em toda a fábrica chegou a quase quatro mil toneladas, resultado 72% maior que na comparação com o mesmo período de 2019.

Para o diretor executivo da empresa, José Augusto Silva, os bons números refletem a aceleração econômica de alguns setores e a consolidação da Brafer em outros mercados.

“Estamos em um momento de retorno econômico, o que faz com que diversas empresas retomem projetos que estavam estagnados. Para o setor produtivo como um todo, isso é ótimo, e para a Brafer também é muito bom, já que amplia a possibilidade de atuação de portfólio e mercado.

Temos a meta ambiciosa de crescer mais 20% em 2021, e os resultados do primeiro trimestre mostram que é possível”, completa Silva.

Crescimento interno e externo

O vice-presidente da Brafer, Luiz Carlos Caggiano, conta que desde 1977 a empresa já atuava além dos limites de Curitiba, algo que, 45 anos depois, chegou a todos os estados do Brasil e a seis países. “Um ano após a fundação, participamos dos projetos do Estádio do Café, em Londrina, e da ponte do Rio Piquiri, no oeste do Paraná.

Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil

Com o passar dos anos e por utilizar tecnologia de ponta, fomos chamados para participações em países como Uruguai, Paraguai, Chile, Canadá, Estados Unidos e Angola, construindo ou exportando. É muito gratificante ver cada passo dessa trajetória”, relembra o vice-presidente.

Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil

Entre outros projetos que também fazem parte do portfólio da empresa, que traz o viés social e humanitário em suas raízes, estão as manutenções voluntárias feitas no Hospital Pequeno Príncipe, no Hospital Erasto Gaertner e na Instituição Pequeno Cotolengo.

Caggiano também ressalta a importância de uma equipe alinhada em todas as bases e do crescimento em conjunto de toda a empresa.

“Nós focamos nas melhores tecnologias e produtos porque, além da qualidade que devemos oferecer ao cliente, também acreditamos na motivação e ascensão do funcionário dentro da própria empresa.

Isso faz que com que haja ricas trocas de experiência, além de trajetórias consolidadas e a certeza de que a essência da Brafer e suas premissas sejam perpetuadas em outras gerações”, finaliza o vice-presidente.

Setor de estruturas metálicas é promissor no Brasil

Sobre a Brafer

A Brafer é uma empresa paranaense que completa 45 anos em 2021, tem atuação nacional e internacional, e foi fundada em 1976 pelo então engenheiro Marino Garofani, que até hoje assume o cargo de presidente.

A indústria, com sede em Araucária e também outras fábricas no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, assim como representantes em outros países, conta com cerca de 800 funcionários diretos, responsáveis pela produção e comercialização de cerca de 40 mil toneladas de estruturas metálicas por ano.

Com ambição e aspiração a crescimento, pautadas em ética e princípios morais, a empresa tem expandido ano após ano e hoje atua nos setores de óleo e gás, torres, minério siderúrgica, papel e celulose, centros de serviço, galvanização e mercado de energia. Para saber mais, acesse: http://brafer.com/.

Leia tambem: Amor de paredão é a nova musica de trabalho de Felipe Rei

Deixe uma resposta