sábado, julho 31, 2021
InícioEntretenimentoThiago Elniño perpetua um disco dentro de outro ao conectar seu último...

Thiago Elniño perpetua um disco dentro de outro ao conectar seu último álbum ao primeiro single do próximo trabalho no videoclipe “Preta & Dengo

“Parece que a gente tá vivendo um mundo que teve um corte brusco, um mundo novo. Mas na verdade, é a continuidade de ações que vêm sucateando nossas vidas há séculos”. É assim, enxergando continuidade no que inicialmente aparenta ser uma ruptura, que o artista fluminense Thiago Elniño dá os primeiros passos públicos com Correnteza, terceiro álbum de estúdio em sua discografia. Ao colocar no mundo o videoclipe “Preta & Dengo”, onde reúne a música “Preta!”, do disco Pedras, Flechas, Lanças, Espadas e Espelhos (2019); e “Dengo”, parceria com Zé Manoel e primeiro single de seu próximo trabalho, previsto para o dia 23 de março , o rapper quebra a ideia de interrupção entre as suas produções. Ele pega os ouvintes pela mão para percorrer por uma ponte construída entre os singles, tendo o afeto como  protagonista (assista aqui).

 

A continuidade de maneira direta do trabalho desenvolvido no último disco carrega uma mensagem que transcende os limites sonoros. Com direção de Sthefany Barros e elenco formado pela cantora e atriz Késia Estácio e pelo ator Izak Dahora (conhecido pelas séries O Sítio do Picapau AmareloOs Dias Eram Assim, e pela novela Éramos Seis), o videoclipe destaca o carinho e o cuidado de um casal afrocentrado, retomando um dos temas  que Thiago via tendo mais espaços nas discussões raciais  até a chegada da pandemia. “Alguns assuntos estavam ganhando um novo olhar e devemos continuar nesse caminho, a pandemia não suspendeu os problemas já existentes, ela potencializou”, pontua, antes de reforçar a ideia de que fez o afeto surgir como protagonista. “Independente da conjuntura e do momento, o afeto e o amor entre nosso povo é uma inteligência, uma proteção”, reflete.

 

O elo criado entre as músicas “Preta!” e “Dengo” (ambas produzidas por Martché e com beats de Rafael Chevi e Geeli, respectivamente)  traz também a conexão de duas linguagens do samba. Em “Preta!”, Thiago buscou referências no samba rock e no samba de partido alto de Cacique de Ramos, indo de Jorge Ben ao  grupo Fundo de Quintal. Já em “Dengo”, a construção sonora é norteada pelas influências do samba-canção e do samba-choro, principalmente pelos artistas da comunidade da Mangueira, de Jamelão a Cartola Nelson Cavaquinho. A última, inclusive, apresenta instrumentos de sopro e arranjos de piano – sonoridades que o rapper acredita serem muito populares, mas também distanciadas do grande público, muitas vezes por serem colocadas como algo elitizado. “É uma sofisticação popular. Por isso a participação do Zé Manoel. Aos meus olhos, ele é um representante gigante das nossas possibilidades. E, assim como falar de afeto, isso mostra que a população preta não é uma coisa só, é rica em diversidade”, conclui.

Foto: Ana Beatriz

Assista ao videoclipe de “Preta & Dengo”

Ouça “Dengo”

FICHA TÉCNICA

Direção: Sthefany Barros

1ª Assistência de Direção: Bárbara Fuentes

Roteiro: Sthefany Barros, Maria Julia Torres e Luqgabriel

Direção Criativa: Sthefany Barros, Maria Julia Torres,  Luqgabriel e Philippe Rios

Direção de Fotografia: João Victor Portugal

Edição: Sthefany Barros

Colorista:João Victor Portugal

Design: Guilherme Kozlowsky

Still e Making of: Guilbert Lima

Direção de Figurino: Mariana Fernandes

Assistente de figurino: Franklin Dalua

Direção de Arte: Fernanda Cândido

Produção de Arte: Fernanda Cândido, Bárbara Fuentes e Carol Aguiar

Beleza e Cabelo: Lorena Sant’anna

Catering: Poder Vegano

Elenco :

Izak Dahora

Késia Estacio

Thiago Elniño

FICHA TECNICA MUSICAS

Musica 1: Preta

Letra e Voz: Thiago Elniño

Beat: Rafael Chevi

Guitarra: Leandro Vilela

Baixo: Polito

Percussão: Tolen

 

Musica 1: Preta

Letra: Thiago Elniño

Voz: Thiago Elniño e Zé Manoel

Beat: Geeli

Guitarra: Leandro Vilela

Pianos: Zé Manoel

Baixo: Polito

Percussão: Tolen

Flugelhorn : Guto Souza

Produzidas e Mixadas por: Martché

Masterizadas por:  Jorge Luís Almeida

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente