terça-feira, setembro 27, 2022
InícioMusicaJuninho Thybau é atração da 5ª edição do Samba no Museu

Juninho Thybau é atração da 5ª edição do Samba no Museu

Juninho Thybau é atração da 5ª edição do Samba no Museu

Evento comandado por Nego Álvaro promete repertório que homenageia as rodas de samba

 A 5ª edição do Samba no Museu acontece no próximo dia 10 de setembro, a partir das 14 horas, no Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB), na região da pequena África, localizado na Gamboa. Nego Álvaro recebe o Juninho Thybau e Sílvia Duffrayer, oriundos das rodas de samba Cariocas. Nos intervalos, o comando das carrapetas fica por conta da DJ Cris Panttoja. Sujeito à lotação, os ingressos antecipados estão disponíveis na plataforma Sympla a R$ 15,00.

O evento com ambiente familiar, bom samba, nada melhor do que uma comida afetiva e uma cerveja gelada para resgatar a essência carioca, com bom papo, encontros, sorrisos e trocas sinceras em um dos lugares mais charmosos e acolhedores do Rio de Janeiro.

O cantor, compositor e percussionista Nego Álvaro promete um repertório completo que homenageia as maiores rodas de samba do Rio de Janeiro, como Cacique de Ramos, Samba do Trabalhador, Tia Doca e as Escolas de Samba. “É com uma oração, celebrado em nosso território, onde será invocada a ancestralidade. Gente boa, gente preta, gente linda. Se eu fosse você não perdia!  Porque a vida só se vive uma vez, então venha viver com o Samba no Museu”, convida o cantor.

Sobre Juninho Thybau

 O DNA do samba corre nas veias desse cantor e compositor. De uma família de sambistas, Thybau herdou não só o amor pela música e em especial ao samba, mas também o nome artístico. Além de outra referência potente dentro de casa, Beto Gago, seu pai e compositor de sucessos:  “Faixa amarela”, “Se eu for falar de tristeza” e “Tempo de Criança”, imortalizadas na voz de Zeca Pagodinho. Artista com trajetória reconhecida e passagens pela roda do Cacique de Ramos, Pagode da Tia Doca, dentre outras.

O MUHCAB

A Pequena África, em conjunto com o Morro da Providência, dá conta de tratar diversos aspectos da história da cultura negra na cidade do Rio de Janeiro cobrindo desde a chegada dos africanos escravizados no Cais do Valongo, o período escravagista, os períodos pré e pós abolição, até os dias atuais passando por relevantes fatores históricos, sociais, culturais, artísticos e religiosos ligados à cultura negra.

É um museu de tipologia híbrida, articulando em sua atuação diferentes abordagens sobre cada recorte de sua temática. Para alcançar este objetivo o MUHCAB associa em seu posicionamento as aplicações de museu de território, museu à céu aberto, museu histórico e museu socialmente responsável.

Imagens: NEGO ALVARO – SAMBA NO MUSEU – YouTube

Serviço

Samba no Museu

Data: 10/09/2022

Local: Museu da História e da Cultura Afro- Brasileira (MuhCab)

Endereço: R. Pedro Ernesto, 80 – Gamboa, Rio de Janeiro – RJ,

Horário: 14h

Ingressos: R$15 antecipado e R$20,00 na hora

Link de vendas:  https://bit.ly/SambaNoMuseu

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente