quarta-feira, agosto 17, 2022
InícioSaudeNOELLI SANTIAGO EXPLICA, EM TEMPOS DE PANDEMIA, É HORA DE ESTIMULAR BOAS...

NOELLI SANTIAGO EXPLICA, EM TEMPOS DE PANDEMIA, É HORA DE ESTIMULAR BOAS ENERGIAS

Terapia Integrativa e técnicas para buscar o equilíbrio energético ganham destaque no país mais ansioso do mundo e o segundo maior em depressão das Américas
De acordo com estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS), o Brasil tem a maior taxa de pessoas com ansiedade do mundo, equivalente a 9,3% dos brasileiros, e ocupa o segundo lugar com maior número de casos de depressão das Américas, representando 5,8% da população do país. Embora comum, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas no planeta sofram com o transtorno, que além de causar um grande sofrimento, pode afetar seriamente o sono, a vida no trabalho, no ambiente escolar e trazer grandes problemas no meio familiar. (https://www.paho.org/pt)
Os desajustes emocionais existentes que já eram bem conhecidos e motivo de preocupação se agravaram ainda mais com a pandemia. Tanto que em 2020, no Brasil, a concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez decorrente de transtornos mentais e comportamentais bateu recordes. De acordo com dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho foram mais de 576 mil afastamentos, uma alta de 26% em relação a 2019. Entre as várias dificuldades apontadas pelo órgão, destacam-se inadaptação ao home office, acúmulo de tarefas profissionais e domésticas, endividamento, incertezas sobre o futuro, ansiedade, depressão e síndrome do pânico, entre outras. (https://www.tst.jus.br/noticias/-/asset_publisher/89Dk/content/id/27270562/pop_up)
Como opção para combater as síndromes emocionais desses novos tempos, a terapeuta de Cura Prânica, Noelli Santiago, idealizou o projeto VIDERE, através do qual possibilita que cada indivíduo mergulhe dentro de si, na busca por suas potencialidades e pelo o que está escondido no inconsciente. Para auxiliar no caminho do autoconhecimento, ela utiliza técnicas como Desenvolvimento Pessoal, Cura Prânica, Leitura Vibracional e Mesa Quântica Estelar. “As técnicas criadas para equilibrar as energias nos ajudam a enxergar o que é importante de verdade para nós mesmos, detalhes que estão muito além do que nos foi imposto ou ensinado ao longo da vida”, explica.
Das inúmeras consequências resultantes dos últimos quase dois anos do surto pandêmico, destaca-se também a sensação de solidão e de isolamento, que em muitos casos se somou às frustações e tristezas que já existiam ou que surgiram a partir da perda de um ente querido. “Atendo pessoas com vários tipos de dificuldade, que não apenas estão passando por situações adversas porque perderam familiares, mas que também estão tendo que lidar com suas próprias emoções”, afirma a terapeuta.
Uma pesquisa realizada pela Delloitte, a maior organização de serviços profissionais do mundo, revela que, desde o início da pandemia da Covid-19, a rotina das mulheres, mais que a dos homens, foi bastante afetada. O relatório, realizado com cinco mil respondentes de dez países, incluindo o Brasil, mostra que os níveis de satisfação e de bem-estar das mulheres diminuíram no último ano. (https://www2.deloitte.com/br/pt/footerlinks/pressreleasespage/release-women-work.html). “A mulher acumula funções e, muitas vezes, não divide as responsabilidades. Ela tem que cuidar da casa, dos filhos e ainda trabalhar fora, sem o devido apoio e, assim, torna-se vulnerável ao estresse e ao desequilíbrio. Mais do que ninguém, as mulheres sobrecarregadas precisam melhorar a autoestima, resgatar a confiança em seus atos e recuperar as forças neste momento difícil que estamos vivendo”, destaca Noelli.
Neste contexto, ela diz que a Terapia Integrativa tem sido de grande valia, servindo como aliada na cura de diversos males, sendo também uma boa opção na prevenção de doenças. A Cura Prânica, por exemplo, é uma terapia natural que ajuda a tratar e a prevenir a manifestação no corpo físico das energias mal qualificadas, retirando os bloqueios e acúmulos que impedem o fluxo saudável. “Prana é a energia vital que está presente em todo o Universo e em nós. Em sânscrito, Prana significa ´energia absoluta`, o princípio ativo da vida que penetra tudo e está em toda parte”, descreve e completa: “Basicamente, nos alimentamos de energia vital. Possuímos centros de captação e de irradiação energéticos que são os Chakras. Se estes centros estão em desequilíbrio, deixam de captar a energia vital e a desperdiçam. O trabalho desenvolvido a partir das técnicas terapêuticas integrativas promove a recuperação da saúde física, mental e espiritual de cada um de nós”.

Apesar de perceber que ainda há um certo tabu quanto aos tratamentos alternativos, a terapeuta constata que a ocasião vem abrindo um grande espaço para quem trabalha com terapia energética. “Existe muito desconhecimento no assunto e isso é o que gera preconceitos. Quando alguém se permite vivenciar a terapia, mesmo que à distância, sente logo os seus benefícios. Creio que o aumento da procura pelo bem-estar é a centelha que está gerando toda essa abertura. Aos poucos, as pessoas estão desmistificando o nosso trabalho, que nada mais é do que um estímulo à positividade e à reorganização do fluxo energético de cada indivíduo. Este movimento tem efeito e traz bons resultados. “

O Projeto VIDERE tem como objetivo não só despertar para a necessidade diária de cuidar do corpo e da mente, mas principalmente transformar as descobertas pessoais em um estado de paz, afastando os sentimentos ruins e proporcionando momentos de serenidade. Por meio do site: https://noellisantiago.com.br é possível ter acesso às informações sobre os diferentes tipos de terapia e agendar consultas individuais. “Coloco-me como o amparo àqueles que têm vontade de ser e de viver melhor. Meu desejo é que eu possa ser o colo, o abraço, uma palavra ou o silêncio acolhedor de quem precisa, encontrando em mim o seu ninho para que cresça e se sinta pronto para voar”, conclui Noelli.

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente