terça-feira, setembro 21, 2021
InícioEconomia e Negócios5 dicas para planejamento financeiro à prova de falhas

5 dicas para planejamento financeiro à prova de falhas

Autossabotagem é o erro mais comum ao executar um plano

Você é uma daquelas pessoas que já tentaram por inúmeras vezes fazer um planejamento financeiro e falhou? O especialista em gestão de risco e planejamento financeiro Hilton Vieira aponta os possíveis erros que você deve estar cometendo e mostra que ter uma vida financeira organizada pode ser muito mais fácil do que se imagina.

“Muitas pessoas buscam a inovação, o jeito diferente de fazer as coisas e acabam subestimando o poder da rotina. O planejamento financeiro é um ciclo de melhorias contínuas. Antes de tudo é preciso ter a consciência dos gastos e da receita, depois estabelecer metas e cumprir as etapas para se chegar onde se determinou”, diz.

Vieira alerta que muitos não cumprem o plano, pois, sem saber, se autossabotam por terem passado por experiências negativas. “Se você já tentou se planejar no passado e deu errado, não significa que vai acontecer de novo. Faça um acordo com você mesmo e tenha compaixão para entender que naquele momento você não estava preparado e não conseguiu bater o seu planejamento”, diz

Para serem alcançadas, as metas precisam ser realizáveis. “Se você não consegue economizar, se comprometa a diminuir pelo menos 10% dos seus gastos. Para isso, é preciso saber exatamente quanto gasta no mês.” O especialista orienta a fazer uma lista com todos os custos (fixos, variáveis e sazonais, como IPTU, IPVA, seguro do carro e de vida), avaliar o que pode ser reduzido e se comprometer a cortar pelo menos dois itens.

O especialista afirma que é preciso ter a consciência dos
gastos e da receita para depois estabelecer metas

Quando se fala em cortes, geralmente as pessoas pensam que vão precisar fazer reduções significativas, abrindo mão de coisas importantes, mas não precisa ser assim, ensina Vieira. “Por exemplo, antes de cortar um jantar em um restaurante no sábado à noite, busque cortar o cafezinho que toma durante a semana. Assim você vai alinhando o seu orçamento de acordo com aquilo que você mais tem prazer e tirando o que só dá mais custo.”

Toda economia é importante e conta no final do mês, por isso é preciso valorizar o dinheiro. “Lidar com o dinheiro tem que ser algo natural, mas muitos alimentam a crença de que dinheiro não é importante. Muitos pensam que não têm por que guardar dinheiro, pois é preciso aproveitar a vida. Na verdade, é o contrário, devemos guardar dinheiro para podermos aproveitar a vida”, afirma Vieira.

As nossas relações sociais nos induzem tanto à economia quanto ao gasto excessivo e estar atento a isso e se posicionar é fundamental para ter sucesso em manter o planejado. “Nosso círculo de convivência determina muitas vezes o nosso padrão de vida. Por exemplo se você tem amigos que gostam de baladas e percebe que está gastando muito com isso e quer diminuir em 10% seus custos, proponha novos programas, tente fazer coisas diferentes e deixe claro para os amigos que você tem uma meta de corte para cumprir. Da mesma forma, faça isso em sua casa, com sua família. Exponha seus planos de redução de gastos. A participação de todos é fundamental”, orienta o especialista.

5 dicas para evitar erros no planejamento financeiro

1 – Autossabotagem e compaixão – falha não é fracasso e sim aprendizado.

2 – Metas muito arrojadas e impossíveis – o objetivo tem que ser factível

3 – Cortes – avaliar pequenos gastos

4 – Valorizar o dinheiro – toda economia é válida

5 – Influência de amigos/família – não deixe suas relações sociais determinarem seu padrão de vida

Hilton Vieira é especialista em gestão de
risco e planejamento financeiro

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente