segunda-feira, outubro 25, 2021
InícioCelebridadesEd Lopez Dassilva agita a cena audiovisual

Ed Lopez Dassilva agita a cena audiovisual

Ed Lopez Dassilva agita a cena audiovisual

SETEMBRO ESPECIAL – ED LOPEZ DASSILVA ESTREIA EM TRÊS PRODUÇÕES 

 

Setembro é muito especial para o ator Ed Lopez Dassilva, intérprete do Valdemar de “Malhação – Viva a Diferença” e o Gumercindo de ‘Salve-se Quem Puder’. Além do seu aniversário de 47 anos, ele estreia três produções audiovisuais. No início do mês lança no YouTube, a série cômica “AS TIAS”, na sequência a estreia, em todos os cinemas do país, do longa “Um Casal Inseparável”, e o curta-metragem “Fome”, com pré estreia no teatro Ipanema, e seguindo depois para o circuito de festivais.

 

AS TIAS

Em “AS TIAS”, Ed além de interpretar, também assina o roteiro e a direção ao lado de Matheus Jardim. Ele interpreta José Raymond – ator homossexual que fazia elenco de apoio e que não teve o seu contrato renovado e ainda foi expulso da casa do diretor com quem tinha um caso. “José Raymond volta para a antiga casa onde morou com outros dois atores – também desempregados, e que não entendem nada de internet. A série aborda o ator na velhice tentando achar um meio de sobreviver nesse novo mundo digital”, fala Ed.

 

UM CASAL INSEPARÁVEL

No filme “Um Casal Inseparável”, escrito e dirigido por Sérgio Goldenberg, com um elenco de famosos como Nathália Dill, Marcos Veras e Danni Suzuki, Ed faz o papel de Adenilson, empregado doméstico e fiel amigo de Manuela, uma professora de vôlei interpretada por Nathalia.

“Foi desafiador… sempre faço filmes onde sou o diretor, roteirista e produtor, e estar na posição exclusiva de ator me fez sair da zona de conforto. Houve um bom tratamento em relação a criação da personagem – zerei tudo. Eles queriam que o Adenilson fosse um cara comum da Zona Sul do Rio, um cara que pega onda, e trabalha como empregado doméstico. Na hora veio um amigo meu, mexicano, o José, meu vizinho em San Francisco na Califórnia. Ele é descolado, tem um estilo machão mesmo, e trabalha como empregado doméstico.” Ainda sobre o filme, Ed conta que demorou para ficar à vontade no set, por não conhecer a Nathalia Dill. Eles se encontraram no dia da gravação e bateram o texto durante a maquiagem.

 

FOME

No dia 11 teve a pré estreia de FOME, do diretor Allan Bezerra, que aborda temas como saúde mental e direitos humanos. Ed Lopez Dassilva e a atriz Ayala Rossana, dão vida a um casal que luta para sobreviver em meio ao caos. O filme se passa em futuro próximo, na pós-pandemia. A humanidade vive em escassez de alimentos e para interpretar esse catador de lixo, Ed Lopez Dassilva teve que perder 12 quilos.

O personagem de Ed deixa a sua companheira trancada em casa e sai às ruas desertas do Rio de Janeiro à procura de comida, e se depara com um cenário apocalíptico, com corpos em decomposição pelas calçadas e brigas por restos de alimentos nos poucos sacos de lixos que são encontrados pelas ruas. O dinheiro e bens materiais não têm mais nenhum sentido nesse novo mundo, o que importa mesmo é a necessidade de saciar a fome.

O filme “Fome” toca em questões cruciais para a humanidade e lança questionamentos. Qual o rumo que a humanidade quer seguir? Quais providências tomar para que a FOME cesse no mundo? Qual é o seu limite para saciar sua fome? Em uma realidade não muito distante, um casal vive numa busca insaciável por comida atípica dos padrões da sociedade para sobreviver. Para isso, eles precisam lutar contra a loucura que se instalou no mundo em que vivem.

“O curta-metragem FOME foi algo que me deu muita alegria como ator. Eu me desafiei mesmo. Gosto de desafios para criar personagens. Falar de um assunto tão sério como esse é algo transformador e humano. A loucura desse filme foi a perda de peso – tive que emagrecer muito… só comia peito de frango e salada, e para ser mais rápido fiz dois dias de jejum intermitente – água e um chá que zerava o apetite”, conta o ator.

Embora seja a estreia do Allan Bezerra na direção, fica claro que ele sabe o que quer. Outro grande acerto que temos no filme é a parceria de Ed Lopez Dassilva com a atriz Ayala Rossana. Ator comediante, Ed também ama dramas, e para ele, FOME é uma história muita densa e provocativa, com pouco diálogo e muito olhar. “O silêncio faz parte da história.”

“FOME é drama… é triste ver alguém com fome, é triste passar fome, dói muito, dói no estômago e dói na alma. Estou feliz por fazer algo que pode transformar, eu vejo FOME eu penso: esse é o meu melhor trabalho como ator.”

O ator conta que buscou inspiração nos astros Gary Oldman e Christian Bale – que mudam o tempo todo, “o Bale fez Batman totalmente forte e no filme seguinte ele está irreconhecível, só pele e osso, aí veio “A Trapaça” onde ele faz um cara gordo e careca, assim como o Oldman que fez o Prisioneiro de Askabane, e logo depois fez o Churchill… amo esse tipo de ator, amo essas mudanças.

O ano de 2021 está sendo bem movimentado pra Ed que em novembro estará na novela ‘Um Lugar ao Sol’, da Rede Globo. Acompanhe o IG @edlopezdassilva para saber todas as novidades sobre o ator, roteirista, diretor e produtor Ed Lopez Dassilva.

 

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente