quarta-feira, agosto 4, 2021
InícioSaudeA Magnetoterapia uma das opções de tratamento dos atletas agora ...

A Magnetoterapia uma das opções de tratamento dos atletas agora disponível para a população

 

 

A  magnetoterapia é historicamente muito antiga e empiricamente testada no método terapêutico,desde então muitos nomes da medicina vem testando e aprimorando o uso da magnetoterapia para diversos tratamentos musculares e recuperação de tecidos danificados. O tratamento é totalmente adequado do grupo de métodos de terapia, que inclui modalidades clássicas, como: Eletroterapia, terapia de ultrassom, fototerapia, terapia a laser.

Cada um dos métodos de fisioterapia tem suas próprias especificidades, efeitos comprovados e contra-indicações,eles são mutuamente substituíveis até certo ponto, mas cada um deles tem efeitos terapêuticos (especialmente analgésico, vasodilatação e miorrelaxamento) em 60-80% dos pacientes.

Um exemplo é o caso  do craque Neymar que fraturou o quinto metatarso em 2018 e teve a mesma lesão em 2019 e optou pela magnetoterapia como tratamento, assim como o meio-campista do Corinthians Fessin no mesmo ano.

 

Fotografia Esportiva Autoral

O Fisioterapeuta especializado em Quiropraxia Rodrigo Fazio fala que esse método trata a intensidade do campo magnético, assim como o tamanho dos ímanes devem ser adaptados ao tipo de problema a tratar e, por isso, a magnetoterapia deve ser sempre feita por um terapeuta qualificado de forma a adaptá-la corretamente às necessidades de cada pessoa. Fazio destaca também os principais benefícios ao corpo da magnetoterapia:

  1. Aumento da circulação sanguínea, uma vez que o campo magnético consegue diminuir a contração dos vasos sanguíneos;
  2. Alívio rápido da dor, pois estimula a produção de endorfinas, que são substâncias analgésicas naturais;
  3. Diminuição da inflamação, devido ao aumento da circulação e redução do pH do sangue;
  4. Aumento da regeneração de células, tecidos e ossos, porque melhora o funcionamento das células;
  5. Prevenção do envelhecimento precoce e do surgimento de doenças, pois elimina toxinas que lesam as células e prejudicam a saúde.

Para obter este tipo de benefícios a magnetoterapia deve ser repetida por mais do que uma sessão, sendo que o tempo de tratamento deve ser indicado pelo terapeuta de acordo com o problema a tratar e a intensidade do campo magnético.

A técnica pode ser utilizada sempre que é necessário e possível acelerar o processo de recuperação. Assim, é por vezes utilizada na fisioterapia para ajudar no tratamento de casos de fraturas, osteoporose, lesões nos nervos, artrite reumatoide, tendinite, epicondilite ou osteoartrite, por exemplo. Além disso, devido ao seu efeito de regeneração celular, a magnetoterapia também pode ser indicada por enfermeiros ou médicos no processo de cicatrização de feridas difíceis, como escaras ou pé diabético.

Espero que  você  tenha  gostado do assunto ,até a próxima  matéria @mabelzeballos !!

 

 

 

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

Valéria on Funk consciente