#lifefahionmag #fashion #magazine #news #brazilusa #celebrity #famous #lifefahionmag #fashion #magazine #news #brazilusa #celebrity #famous #lifefahionmag #fashion #magazine #news #brazilusa #celebrity #famous

Exibição de Arte – Explosão Sinergética por Ana Bittar

A Casa Tegra, localizada na rua Oscar Freire, 1009 – Jardins em São Paulo, recebeu uma exposição para exaltar as explosoes das cores.

Com a produçao cultural de CHICO CORTEZ e curadoria impecavel da artista plastica e jornalista , ANNA BITTAR, a dupla, levaram ao publico, trabalhos dos artistas Dilson Cavalcanti, Fatima Marques, Juliana Tortorelli, Mauro Laforga e Saulo Meneghetti.

Casa Tegra – Rua Oscar Freire, 1009 , Jardins – São Paulo, SP

Ao todo 18 obras foram apresentadas de forma originalissima com alternancia e criando diferente s leituras na visao de cada visitante, fazensdo com que o cotidiano das cores interagisse na sala da exibição, demonstrando o conceito e diferente s visoes de cada artists participante.


Divulgação: Denny Silva/ Sula Costa

Artista Plástico - Dilson Cavalcanti ganha destaque em Exibição de Arte na Casa Tegra em São Paulo

Autodidata e criativo, o artista plástico cria com a lama, extraindo da emoção as pinceladas que desvendam a sutil leveza e harmonia das cores.

Reconhecido pela arte abstrata, o pintor tem suas obras em Frankfurt (Alemanha), Alicante (Espanha) e Orlando (EUA). De forma intuitiva, iniciou sua carreira há 12 anos e traz em seu DNA o talento e paixão pela arte. O artista que sempre gostou da arte abstrata, a forma de compor cores e linhas e, expressar através delas, emoções e percepções.

No início de sua atividade como artista plastico Dilson Cavalcanti , que e empresário na capital paulista, usava pincel, tela e acrílico,e, com o passar do tempo conquistou novas experiências, adquiriu e descobriu novas técnicas, através de estudos e pesquisas ao lado do pintor e professor Rubens Pontes.

Em sua trajetória, o artista plástico sempre evidenciou sua personalidade através de suas obras. Do acrílico sobre tela, Dílson Cavalcanti buscou novas bases como cartolinas e papelão bem como técnicas com espátula e pintura sobre base lavada. O resultado é um trabalho fluido, com cores transparentes, visual rico e impactante.



Divulgação: Denny Silva/ Sula Costa