Capitã da Forca Aerea Americana diz que foi abracada por Carlinhos Maia em momento de dificuldade.

Durante Show de Carlinhos Maia em Newark no estado de New Jersey no ultimo final de semana, tivemos a oportunidade de conhecer e

entrevistar a Capitã Leia Eisenhower da Forca Aerea Americana que nos explicou melhor como foi abracada por Carlinhos Maia.

Segundo Cap Eisenhower ,ela havia sido enviada a uma missao Medica na Africa em Usaka , ao desembarcar , o departamento de alfandega reteve todo equipamento para o trabalho e

ficando presos no aeroporto por mais de 20 horas . Naquele momentos outros militares e medicos que estavam junto com a Capita comecaram a entrar em contato com seus familiares,para conversar e diminuir a tensao, menos Leia.

"Eu nao podia entrar em contato com meus familiares no caso meu pai, que se encontrava em Coma na epoca,foi quando decidi sentar em um canto sozinha e usar a internet do aeroporto para me distrair com algo " diz Leia.

Foi quando comecou a historia entre a Capitã Eisenhower e Carlinhos Maia.

Leia nos contou que estava buscando por algo quando encontrou um video do Youtuber, e como alguns amigos ja haviam mencionado o nome dele ela resolve ver, pois sabia que Carlinhos era comediante, algo engracado naquele momento tenso seria muito bom.

"Quando encontrei um video onde nao era comedia mas sim uma reflexao.Onde Carlinhos dizia sobre pessoas que vem para este mundo para cumprir uma missao expecifica na terra levar luz

onde ele dizia : ( voce que esta chorando agora sorria ,pois tem alguem que esta precisando de seu sorriso, olhe para os lados voce esta sozinha?,ninguen esta olhando? chegue pertinho do telefone que vou te dar um cheiro) e foi exatamente o que fiz, senti naquele momento como se eu tivesse sido abracada o que me deu uma sensacao de de emocao e alivio, chorei de emocao e daquele momento em diante levantei a cabeca e tive forcas para seguir" comenta Leia emocionada.

Capitã Eisenhower comenta em uma outra missao onde ele esteve em um hospital de guerra para fazer traducoes e terminologia médica, ela nos explicou que quando os pacientes estao com muita dor eles nao conseguem pensar em outro idoma senao sua primeira lingua ,"foi exatamenteo que aconteceu comigo naquele momento que eu me encontrava triste eu nao conseguiame comunicar em outro idioma , eu precisava de algo em meu idioma e Carlinhos me ajudou muito naquele momento" termina Capita Eisenhower.

Leia que enatural de Elnapolis /BA proximo a Porto Seguro e serve a Forca Aerea americana amais de 17 anos , atualmente na base the Westhampton Beach em New York.

Em rede Sociais Carlinhos e Leia compartilham fotos com legendas " Aos meus , estou mais forte que nunca meu exercitoe de amor".

"Uma mensagen de conforto na hora certa pode salvar uma vida"

fotos Denny Silva/Rose Lima/reproducao